5 dicas de grandes empresários para superar a crise econômica

Marcela Fernandes
03/10/2015
Marcela Fernandes - 03/10/2015

1 – A Fortaleça as parcerias

Buscar novas alianças pode custar tempo e recursos. Então, que tal procurar aquele fornecedor ou revendedor que você quase não conversa? Pode ser a hora de estreitar esse relacionamento e encontrar um grande parceiro de negócios.

Converse com todos, entenda como vocês podem aumentar os negócios juntos. Você pode se surpreender com uma solução rápida que estava esperando há tempo.

No mínimo, você vai encontrar possíveis soluções e entender o tipo de aliança que deve buscar para ser mais rápido e efetivo.

2 – Crie novos formatos dos seus produtos atuais

Na atual crise financeira, é interessante valorizar o que voce já tem. Seus produtos, seu serviço e seus contatos.

Uma ideia de inovaçao pode ser recriar ou aproveitar uma ideia em cima de algo que voce já tenha.

Uma alternativa melhor pode ser usar os mesmos produtos com embalagens diferenciadas por exemplo.

3 – Redirecione seus investimentos em marketing

Propaganda nunca é demais! Sério mesmo.
Dinheiro separado para propaganda é dinheiro de investimento para seu negócio crescer.
Se voce nao esta disposto a gastar para aumentar o fluxo de visualizaçoes de seus produtos, é melhor nem se arriscar a entrar nessa selva que chamamos de comércio.
Sabe aquele ditado de quem é lembrado, quem é visto?

Pois é. É bem verdade. Invista.

4- Pesquise mercados/ramos que estão em menor crise 

Utilize ferramentas e pesquisas para identificar locais onde a crise está menos intensa e tente redirecionar seus produtos para esse mercado. Procure ajuda de especialistas em marketing digital, que conseguem medir interesses através de pesquisas em estatísticas diárias de consumo.

Por exemplo, já parou para pensar que funcionário público (concursado) não pode ser demitido? Que alimentação de baixo custo tem um crescimento de demanda nessas épocas de crise? Que as empresas buscam fornecedores com capacidade flexível de atendimento ao invés de ter custos fixos com colaboradores e estrutura?

5 – Envolver e manter comprometida toda equipe

Desde o mais simples funcionário até aquele com maior autonomia para decidir. “Faça-o exercer essa autonomia e assumir riscos”, diz o consultor.